Brigada da Cantina 

Público-alvo: Todos os graus de ensino

Visa a existência de um grupo de alunos para monitorizar e registar atitudes, assim como zelar e promover a adoção de bons hábitos de alimentação, de higiene e saúde. Os alunos que constituem a Brigada, incentivam à redução do desperdício alimentar e analisam as questões do ruído nas cantinas e refeitórios, entre outros aspetos.

 

Metodologia

A “Brigada da cantina” deve, tanto quanto possível, funcionar em horário de almoço, os alunos devem estar previamente avisados dos dias em que estarão em brigada. O Conselho Eco-Escolas deve decidir sobre a sua periodicidade (diária/bissemanal/semanal), os aspetos a observar e as ações a realizar pela Brigada da Cantina.

A Brigada da Cantina poderá realizar também a vigilância/monitorização do bar, relativamente aos aspetos previstos na Auditoria Ambiental ou outros.

Aspetos que poderão ser observados pela brigada da cantina, sempre mediante um consentimento prévio dos participantes no espaço de refeições:

  • Identificar a tipologia e o perfil nutricional das refeições disponibilizadas pela escola.
  • Identificar as refeições mais consumidas pelos alunos.
  • Incentivar o consumo da totalidade da refeição, de forma a minimizar o desperdício alimentar. Tal incentivo pode tomar a forma de contacto direto com os alunos participantes ou por via de produção de materiais didáticos.
  • Sensibilizar para o conceito da “dose certa”, junto quer de alunos quer dos funcionários.
  • Verificar a higiene das mãos, antes do início da refeição.
  • Verificar os níveis de ruído à hora do almoço, promovendo a sensibilização para a sua diminuição.
  • Promover a conservação e asseio das instalações do refeitório, material didático existente, utensílios e mobiliário.
  • Verificar a quantidade de alunos e restante comunidade educativa que almoça enquanto utiliza o telemóvel ou outro aparelho eletrónico. Poderá ser elaborada uma campanha para a não utilização destes aparelhos durante a hora do almoço.
  • Verificar se há hábitos de compostagem dos alimentos crus e cozinhados na escola.
  • Verificar qual é o destino dos restos e sobras das refeições da preparação de alimentos.
  • Verificar se é feita a separação dos resíduos.

 

Submissão a concurso | Informação solicitada:

  • Quais os aspetos analisados pela Brigada da Cantina;
  • Quantos alunos foram envolvidos, como foi feita a distribuição de tarefas e qual a frequência de intervenção;
  • Como foi feita a divulgação à comunidade educativa;
  • Metodologia de monitorização (check-list, registo fotográfico, pesagem de sobras das refeições e resíduos orgânicos, na cozinha);
  • Estratégias de comunicação de divulgação da atividade e dos resultados, na escola (Facebook, cartazes, informação para os pais, etc.);
  • Registo fotográfico;
  • Outras evidências que considerem pertinentes.

Critérios de avaliação:

  • Aspetos relevantes analisados na cantina (ruído, desperdício alimentar, utilização do telemóvel), etc.)
  • Periodicidade da recolha de dados
  • Envolvimento dos alunos
  • Divulgação à comunidade educativa