Trabalhos 2017-18

Escola Profissional Vasconcellos Lebre


Atividade:  D - eco-ementas (para escalões 2 e 3: 2/3º ciclo, secundário, profissional e superior)

Escalão:  3º escalão: ensino secundário, profissional e superior

Seleção da época:  primavera/verão

Ementa:
Creme de abóbora:
• Escolhemos o creme de abóbora por ser um produto da região muito utilizado na nossa gastronomia.
• A abóbora é o ingrediente principal desta receita devido ao seu valor nutricional ser bastante rico.
• Acrescentámos a amêndoa a guarnecer a nossa sopa com fim a de dar uma textura crocante e tornar a sopa mais aromática e apelativa.
Chanfana desfiada com grelos no pão:
• Trata-se de uma cama de grelos dentro do pão, já com a carne, e o miolo será salteado com azeite e alho.
• Para enaltecer a nossa região, escolhemos o pão que é umas das 4 Maravilhas da Mealhada e assim complementar mais a nossa iguaria.
• A chanfana é o ingrediente chave neste prato, pois são usadas sobras da chanfana, respeitando o tema “ Refeições económicas” juntamente com os grelos que também são produtos muito apreciados na nossa mesa.
PannaCotta de morango:
• Escolhemos esta receita porque é uma sobremesa apelativa e bastante apreciada. É uma sobremesa económica graças à sua simplicidade de execução.
• O iogurte pode ser feito pelos alunos nas suas aulas práticas.
Bebida – Chá de cascas de ananás
A nossa bebida é elaborada a partir das cascas do ananás, depois de cortado para uma refeição as cascas foram aproveitadas, desidratadas e foi efetuada uma infusão para acompanhar a chanfana e ajudar na digestão, pois a bromeleina que o ananás contém irá ajudar no processo de facilitar a digestão.

Memória descritiva:
Apreciação final:
A nossa ementa revela-se bastante regional pois utiliza maioritariamente produtos regionais o que acaba por contribuir para a sustentabilidade ambiental. Destacamos ainda o nosso uso de produtos frescos garantindo que esta seja saudável e nutritiva. E claro, como manda o tema “ Refeições económicas”, a nossa proposta de ementa faz ênfase ao tema proposto graças ao uso de produtos retirados da terra.
A nossa escola dispõe de Padaria, com forno a lenha e o pão é efetuado com a ajuda de uma colaboradora da escola, ou nos dias de aulas praticas com a ajuda dos formadores, envolvendo todos os alunos neste processo, uns trazem a lenha de casa, pois assim não estamos a comprar, e como estamos numa zona agrícola, os restos de vides das videiras são aproveitados para aquecer o forno na confeção do pão e da chanfana.
A chanfana é um prato muito comum no verão, nas festas da cidade e das aldeias ao redor, como há sempre sobras e quem faça um pouco a mais , este foi um recurso encontrado, o forno que faz a chanfana , faz também o pão e assim estamos a economizar.
Esta ementa, foi motivo de execução no nosso Restaurante pedagógico como forma de aprendizagem e de colocar em prática as sugestões dos alunos para este concurso que tanto os motivou. A atividade que levou ao registo fotográfico e execução do vídeo, promoveu ainda a ideia de realizar um almoço temático baseado no projeto que nos levou a concretizar a ementa proposta.
A nível nutricional a ementa é bastante rica e não acrescenta gordura ao organismo, por fim como é acompanhada pela infusão de ananás, feita com o aproveitamento das cascas, faz todo sentido uma excelente digestão.
Consideramos uma ementa perfeitamente exequível na nossa cantina, pois toda a comunidade demonstra interesse na mesma e são apreciadores das diferentes iguarias apresentadas.

Registo fotográfico:

Informação extra: