Trabalhos 2018/2019

Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra


Atividade:  A - Brigada da Cantina (para todos)

Escalão:  3º escalão: ensino secundário, profissional e superior

Aspetos analisados pela Brigada da Cantina:
Segundo o mais recente relatório acerca do desperdício alimentar no mundo, levado a cabo pela FAO, a cada ano, mais da metade de todas as frutas e vegetais produzidos globalmente são perdidos ou desperdiçados. Deste relatório é ainda possível concluir que uma fonte vital de proteína, cerca de 25% de toda a carne produzida não é consumida.
Sendo esta uma preocupação global, é nos locais de ensino que se deve iniciar a sensibilização sobre este problema aos jovens, futuros adultos.
Neste sentido, a Brigada da Cantina EHTCoimbra diagnosticou alguns aspetos problemáticos, tais como:
- Elevado desperdício alimentar;
- Grande quantidade de comida servida nos pratos, essencialmente hidratos de carbono;
- Pouco consumo de sopa, fruta e legumes;
- Desperdício da casca da fruta.
Para tentar solucionar estes problemas encontrados na cantina, realizou-se uma atividade contra o desperdício alimentar. Assim, a atividade decorreu durante todo o ano letivo, no ínicio do ano os alunos voluntários da Green Team efetuaram ações de sensibilização aos utilizadores da cantina, posteriormente planeou-se fases de analise, ou seja, na primeira fase e durante uma semana pesaram-se os alimentos confecionados e o seu desperdício, na segunda semana realizou-se uma intervenção de consciencialização no refeitório da EHTC e, por fim, na terceira semana tornou-se a pesar as preparações culinárias e o seu desperdício.
Esta avaliação teve como principal objetivo averiguar quais as principais causas de desperdício no refeitório da EHTCoimbra, dando continuidade a projetos já iniciados em anos anteriores. A quantificação do desperdício alimentar foi feita por pesagem de todos os componentes da refeição, para isso utilizou-se uma balança calibrada.
A primeira fase do projeto consistiu na pesagem de todos os componentes da refeição em separado após confeção, antes de serem servidos. O peso dos tabuleiros onde era acondicionada a refeição foram descontados no peso total, ficando assim com o peso real dos componentes da refeição.
As refeições diárias são constituídas por sopa; prato principal com componente proteica (carne/peixe/ovo/soja/tofu), componente glucídica (hidratos de carbono: massa/arroz/batata) e componente hortícola; sobremesa (fruta) e pão.
Durante o almoço cada aluno e funcionário deixou o seu tabuleiro no ponto de recolha da copa, onde era feita a triagem dos restos pelos alunos da Green Team. Cada componente do prato foi separado para sacos diferentes, sendo assim mais fácil de pesar cada um.
Assim, desperdício foi pesado nos mesmos moldes, cada componente da refeição foi pesado individualmente.
Na segunda fase, realizou-se uma intervenção na cantina da EHTCoimbra. Esta intervenção visou a consciencialização para a redução do desperdício alimentar. Todos os dias da semana constituiu se uma equipa de alunos voluntários da Green Team, onde um sensibilizava para o consumo de sopa, outro elaborou um prato modelo de como deve ser constituído o tabuleiro de uma refeição principal (não excedendo as quantidade e aumentando o consumo de legumes/vegetais), na área das sobremesas outro aluno alertava para o facto de a casca das frutas maçã e pêra, serem comestíveis, já que a nossa fruta é sempre lavada antes de ficar disponível na cantina, também foram realizados mensagens sensibilizadoras.
Por fim, a terceira fase seguiu os mesmos moldes da primeira semana de atividade. Os alimentos foram pesados após a confeção e após o término do almoço. Esta fase teve como objetivo perceber se a intervenção no refeitório teve algum efeito na quantidade de desperdício alimentar.

Envolvimento dos alunos e distribuição de tarefas:
A Brigada da Cantina foi formada no início do ano letivo. O grupo foi constituído por alunos voluntários da Green Team, supervisionados pela coordenação ambiental e por uma estagiária da Licenciatura em Dietética e Nutrição.
Os alunos fizeram escalas semanais no refeitório de 4 a 5 alunos, abrangendo até então todo o grupo composto por 30 alunos, onde efetuaram ações de sensibilização aos colegas, para o incentivo do consumo de frutas e vegetais, a partilha de mesa, a importância do consumo de água em vez de refrigerantes e o combate ao desperdício alimentar (pesagem dos desperdícios).
Relativamente ao serviço de Take-Away (combate ao desperdício alimentar) esse também ficou diariamente na responsabilidade de 3 alunos rotativos. Todas as 6ªfeiras a escola doa as refeições confecionadas à Refood Coimbra - membro do CEE, que as distribui pela Comunidade Juvenil S. Francisco de Assis (Coimbra) e diariamente são oferecidas refeições a alunos carenciados (tanto ao almoço, como 11 alunos que além do almoço levam para o jantar e fins de semana).

Divulgação à comunidade educativa:
A sensibilização, que fez parte da segunda fase do projeto, decorreu na cantina, local frequentado pelos alunos e funcionários; via Facebook, Painel Roda dos Alimentos, cartazes e alertas sensibilizadores e ecrã digital da escola.
No refeitório a ação passou pela elaboração de um prato modelo, com as quantidades adequadas de ingestão de todos os componentes do prato, por forma a consciencializar a população que deve levar no seu prato a quantidade que apenas irá consumir. Chamou-se a atenção, também, para o consumo de fruta com casca através de um painel de incentivo.
Já no Facebook e ecrã digital da escola foram partilhadas estratégias de combate ao desperdício alimentar não só na escola, mas também em casa.
No geral, e em modo de conclusão, os objetivos iniciais foram cumpridos, tendo conseguido reduzir o desperdício alimentar. Verifica-se que após sensibilização sobre o tema, a população ficou consciencializada para a redução do desperdício.

Registo fotográfico da brigada em ação:

Anexos: