Trabalhos 2021/2022

Escola Básica nº 2 do Teixoso (Covilhã)

Atividade:  Eco-Ementas Mediterrânicas | Eco-Cozinheiros (2º escalão ou 3º escalão)

Escalão: 2º escalão: 2º e 3º ciclos do ensino básico

Ementa:

Memória descritiva:
Alimentação Saudável
Uma alimentação equilibrada influencia diretamente o estado de saúde das criança e jovens, bem como a sua capacidade de pensar, socializar e aprender. Por este motivo, é muito importante ter em conta a informação que nos é dada pela “roda dos alimentos”, da Direção Geral da Saúde, um esquema gráfico no qual encontramos os alimentos e as quantidades que devemos incluir na nossa alimentação, para ter uma vida equilibrada e saudável. Há que ter em atenção que o número de porções varia individualmente, de pessoa para pessoa, de acordo com as necessidades calóricas de cada um. As crianças situam-se nas porções mínimas, os adultos ativos e adolescentes nas mais elevados e a população em geral deve situar-se nos valores médios, segundo recomenda a Direção-Geral da Saúde.
A Roda dos Alimentos
A Roda dos Alimentos é o guia que nos ajuda a escolher e a combinar os alimentos que devem fazer parte da nossa alimentação diária.
Este guia em forma de círculo encontra-se divido por diferentes «fatias» – Grupos de alimentos – que agrupam alimentos com características semelhantes quanto à sua composição nutricional. São ao todo 7 grupos de alimentos.
 Cereais e derivados, tubérculos – 28%
 Hortícolas – 23%
 Fruta – 20%
 Lacticínios – 18%
 Carnes, pescado e ovos – 5%
 Leguminosas – 4%
 Gorduras e óleos – 2%
A água não possui grupo próprio, pois faz parte da constituição de quase todos os alimentos. Imprescindível ao organismo, as necessidades variam entre 1,5 e 3 litros por dia.
Uma alimentação completa, equilibrada e variada são as principais orientações que, a nova roda dos alimentos, quer passar à população. Ou seja, deve comer-se, diariamente, alimentos de cada grupo e beber água; comer maior quantidade de alimentos pertencentes aos grupos de maior dimensão e menor quantidade dos que se encontram nos grupos de menor dimensão, de forma a ingerir o número de porções recomendado e comer alimentos diferentes dentro de cada grupo variando diariamente, semanalmente e nas diferentes épocas do ano.
Dieta Mediterrânica
Em que se baseia a Dieta Mediterrânica?
Ne uma forma geral, a dieta mediterrânica, tem por base:
 Consumo elevado de alimentos de origem vegetal (cereais integrais ou pouco refinados, produtos hortícolas, fruta, leguminosas secas e frescas e frutos secos e oleoginosos);
 Consumo de produtos frescos , pouco processados e locais, respeitando a sua sazonalidade;
 Utilização do azeite como principal gordura para cozinhar ou temperar alimentos;
 Consumo baixo a moderado de laticínios;
 Consumo frequente de peixe e baixo consumo de carnes vermelhas e processadas;
 Consumo de água (1.5l a 2l por dia) como a bebida de eleição e baixo e moderado consumo de vinho a acompanhar as refeições principais (1-2 copos vinho tinto/dia);
 Valores nutricionais da ementa:
Entrada – Sopa Juliana
Valores Nutricionais (por 100gr)
Alimentos Energia/Kcal Lípidos Hidratos
Carbono Fibras Proteínas
Cebola 62Kj/15Kcal 0,2 2,4 1,4 1,0
Cenoura 70Kj/17Kcal 0 3,6 3,0 0,7
Couve coração 78Kj/19Kcal 0,4 2,2 1,7 1,7
Couve flor 70Kj/17Kcal 0,2 2,3 1,8 1,6
Batata 357Kj/85Kcal 0 18,5 1,6 2,4
Azeite 3764Kj/900Kcal 99,9 0 0 0,1
http://www2.insa.pt/sites/INSA/Portugues/AreasCientificas/AlimentNutricao/AplicacoesOnline/TabelaAlimentos/PesquisaOnline/Paginas/PorPalavraChave.aspx
Prato Principal – Salmão Escondido
Alimentos Energia/Calorias Kj /Kcal Lípidos Hidratos Açucares Fibras Proteínas
Salmão 1291Kj/308Kcal 23,7 0 0 23,8
Alho francês 87 Kj/21Kcal 0,3 2,9 2,4 1,8
Cenoura 70 Kj/17Kcal 0 3,6 3,0 0,7
queijo 1629 Kj/389Kcal 31,5 0,2 0 25,5
Massa quebrada 2087 Kj/499Kcal 29,0 52,3 2,0 5,5
Azeite 3764Kj/900Kcal 99,9 0 0 0,1
http://www2.insa.pt/sites/INSA/Portugues/AreasCientificas/AlimentNutricao/AplicacoesOnline/TabelaAlimentos/PesquisaOnline/Paginas/PorPalavraChave.asp
Sobremes – Espetada de Fruta
Os alimentos escolhidos dependem da época do ano, pois serão utilizadas frutas da época
Valores Nutricionais (por 100gr)
Alimentos Energia/Kcal Lípidos Lípidos Saturados Hidratos Açucares Fibras Proteínas
Kiwi 223Kj/53Kcal 0,5 10,9 1,9 1,1
maça 226Kj/54Kcal 0,5 12,7 1,9 0,2
laranja 177Kj/42Kcal 0,2 8,9 1,8 1,1
morango 120Kj/29Kcal 0,4 5,3 2,0 0,6
pera 170Kj/41Kcal 0,4 9,4 2,2 0,3
banana 398Kj/95Kcal 0,4 21,8 3,1 1,6
http://www2.insa.pt/sites/INSA/Portugues/AreasCientificas/AlimentNutricao/AplicacoesOnline/TabelaAlimentos/PesquisaOnline/Paginas/PorPalavraChave.aspx
 Aspetos da dieta mediterrânica considerados
- Consumo de alimentos de origem vegetal (produtos hortícolas, fruta);
- Consumo de produtos frescos, pouco processados e locais, respeitando a sua sazonalidade;
- Utilização do azeite como principal gordura para cozinhar ou temperar alimentos;
- Consumo baixo a moderado de laticínios;
- Consumo de peixe.
 Aspetos sociais, ambientais e financeiros considerados
- Contacto com produtores locais, que valorizam a agricultura biológica, sem recurso a fertilizantes químicos e pesticidas, agressivos ao solo e aos alimentos;
- Utilização de produtos locais frescos (legumes, fruta, azeite, queijo) que provocam um menor impacto ambiental, pois para além de serem biológicos, permitem evitar gasto com a cadeia de fornecedores secundários, embalamento/conservação e cadeia de transporte.

Registo fotográfico:

Informação extra:
Sopa Juliana – 2,00€ (2 pessoas)
• Prato Principal – 7,00€ (2 pessoas)
• Sobremesa – 2,00€ (2 pessoas).
Podemos considerar que a sopa é rica em fibras, o prato principal é equilibrado em termos de lipidos/ prótidos e a espetada tem sobretudo hidratos de carbono.
Parece-nos uma dieta equilibrada.