Trabalhos 2021/2022

Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (Lisboa)

Atividade:  Os 10 Princípios da Dieta Mediterrânica (Cartaz: 1º escalão | Vídeo: 2º escalão ou 3º escalão)

Escalão: 3º escalão: ensino secundário, profissional e superior

Vídeo | 2º e 3º escalão

Vídeo:

Clique aqui para ver o vídeo na página do YouTube.

Memória Descritiva:
Memória Descritiva
Vídeo “Dieta Mediterrânica e Sustentabilidade”
Identificação:
Nome da Escola/ Universidade: ESEL - Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
Professor(a) Coordenador(a): Patrícia Vinheiras Alves
Estudantes: 3º e 4º anos do Curso de Licenciatura em Enfermagem (Lídia Bernardino, Marisa Diniz, Rita Garcez, Sónia Marques)
Descrição:
No âmbito do Projeto Eco-Escolas, implementado na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa, e de forma a dar resposta ao desafio proposto pela ABAE, foi desenvolvido por quatro estudantes do Curso de Licenciatura em Enfermagem (CLE), um vídeo acerca dos 10 princípios que compõem a Dieta Mediterrânica e a sua influência na sustentabilidade e saúde.
Neste sentido, foi necessário as estudantes recorrerem a fontes de informação sobre o tema que orientaram a construção do vídeo, nomeadamente: o Guia Alimentar Mediterrânico, o Programa Prioritário Nacional para a Promoção de Alimentação Saudável da DGS e o Ebook sobre a Dieta Mediterrânica da Associação Portuguesa de Nutricionistas. As estudantes desenvolveram e aplicaram ainda um questionário (via Google Forms) aos colegas dos quatro anos do CLE sobre os 10 princípios da dieta mediterrânica. Este questionário teve a finalidade de realizar o diagnóstico dos conhecimentos e da prática dos colegas relativamente aos 10 princípios da dieta mediterrânica, tendo sido utilizados alguns dados no filme apresentado.
É possível apreender que este estilo de vida contribui para uma vida saudável, através da diversidade e do equilíbrio alimentar baseado na roda dos alimentos, e está associado a um menor risco de doenças crónicas. Salienta-se também a promoção deste estilo de vida na manutenção de uma relação mais próxima e sustentável com o meio ambiente, com respeito à sazonalidade e proveniência dos alimentos escolhidos.
Em síntese, esta é uma das escolhas que contribuem para a diminuição da pegada ecológica, para além de privilegiar o convívio entre as pessoas, diminuindo o sedentarismo e aumentando o bem-estar dos indivíduos.